Prefeitura de Parintins dará suporte em estudos de urna funerária encontrada na Valéria

Técnicos da Secretaria de Cultura e Turismo estiveram na localidade. Foto David Huxiley

Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Meio Ambiente, realizou visita técnica a comunidade da Valéria para vistoriar uma urna funerária que pode ter mais de mil anos encontrada por comunitários, no dia 01 de agosto. O subsecretário de Meio Ambiente, Alzenilson Aquino, a coordenadora de Turismo, Carla Garcia e a assessora técnica, Larice Butel,  estiveram no local acompanhados do aluno da História e pesquisador do GEPIA, Michel Carvalho Machado, que repassou todas as orientações sobre o artefato encontrado.

De acordo com a secretária Karla Viana,  a contrapartida do município consiste na vinda de técnicos que farão as pesquisas.  “Precisamos viabilizar estudos para que venham profissionais habilitados para estudar esses artefatos  encontrados e então, tornar isso uma fonte de pesquisa para o município de Parintins. Vale ressaltar  que a comunidade está envolvida e é parte interessada, mas o nosso interesse é fazer o estudo, conhecer  a nossa cultura”, disse.

Para a historiadora e assessora técnica da Semctur, Larice Butel, essa visita foi importante para que fossem passadas as orientações para o poder público. “Tem muita informação que precisamos buscar e para isso é necessário compor um corpo técnico eficiente que tenha conhecimento e experiência na área arqueológica. Infelizmente o município não tem,  e teremos que buscar esses profissionais de fora, fomos orientados pela Universidade que está nos dando esse suporte para que a gente não cometa nenhum tipo de equívoco  ou crime histórico e arqueológico contra patrimônio na comunidade da Valéria, que contém um enorme potencial arqueológico”, pontuou.

O material encontrado é patrimônio de elevado valor para estudos sobre a história da ocupação humana da região de Parintins, do Amazonas, do Brasil e da América do Sul. Através dessa parceria, medidas necessárias serão tomadas para que este material possa ser estudado por arqueólogo e bioarqueólogo, em parceria com o Museu Amazônico – MUSA (Manaus) e com o Grupo de Pesquisas em Educação, Patrimônio, Arqueometria e Ambiente na Amazônia – GEPIA, do Centro de Estudos Superiores de Parintins da Universidade do Estado Amazonas – CESP-UEA, por meio da Profª Clarice Bianchezzi.

A secretária Karla Viana esteve em reunião o com a professora Clarice Bianchezzi, para  oferecer total apoio da Prefeitura com relação à vinda desses técnicos para Parintins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here