Prefeitura de Fonte Fonte Boa pedi socorro à Secretaria de Segurança

Atendendo ao apelo da prefeitura de Fonte Boa (distante a 887 quilômetros de Manaus), a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) enviou, na última quarta-feira (8), reforço policial para àquele município no qual, segundo informações da Prefeitura, passa por uma verdadeira onda de violência com assaltos, sequestros relâmpago, inclusive, estaria recebendo armamento para municiar os traficantes daquela região.

A operação vinha sendo tratada em sigilo, mas, segundo informou o assessor de Comunicação da Prefeitura de Fonte Boa, Gilson Nascimento, ontem, um carro de som saiu pelas ruas da cidade anunciando a chegada da polícia e que seriam o ex-prefeito e um vereador os responsáveis pela iniciativa.

Depois disso, Gilson informou ainda que agricultores do entorno da cidade relataram que viram grupos de quatro a cinco pessoas em fuga pela estrada do aeroporto, além de outros locais no entorno da cidade.

As informações preliminares da SSP são de que o reforço policial permanecerá por 30 dias em Fonte Boa, mas o período poderá ser estendido caso necessário for.

Ocorrências

A Prefeitura de Fonte Boa informou ainda que o número de policiais está muito baixo para uma população de mais de 14 mil pessoas. Atualmente, são oito policiais militares e apenas um policial civil destacados para atuar contra a criminalidade no município. Nos últimos meses, “a violência aumentou absurdamente” conforme ressaltou a assessoria de Comunicação da Prefeitura de Fonte Boa.

Informações dão conta de que, no último sábado (4), durante a madrugada, assaltantes teriam invadido um dos maiores estabelecimentos comerciais da cidade e teriam levado aproximadamente R$ 200 mil depois de amarrar e amordaçar dois seguranças.

Até mesmo um sequestro relâmpago ocorreu na última terça-feira (7), no qual dois homens armados em uma moto raptaram uma professora nas proximidades do bairro Assacú e a libertaram na estrada do Tupé, depois de levarem seus pertences. A professora disse que implorou para não ser morta e falou aos assaltante que tinha uma criança recém-nascida.

Facção criminosa

Outros casos de roubos vem acontecendo na cidade. Segundo informações do delegado, sargento Falcão, um dos suspeitos detidos informou que um representante de uma facção criminosa que age no Estado, teria enviado cerca de dez armas de fogo para aparelhar os criminosos de Fonte Boa. Foi a partir desse depoimento que o prefeito resolveu pedir ajuda à SSP.

Ainda segundo a assessoria da Prefeitura de Fonte Boa, nem mesmo os gados estão sendo poupados. Uma fazenda, de propriedade de um vereador, sofreu um ataque pela segunda vez. Na ação, os assaltantes mataram e esquartejaram os animais. Os bandidos levaram 3/4 da carne e deixaram o resto da carcaça apodrecendo.

Por Bruna Chagas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here