Irmãs denunciam o próprio pai de estupro

O homem foi preso por abusar da filha de 12 anos. Ele também cometia o mesmo crime com outra filha que atualmente tem 26

A Polícia Civil do Amazonas prendeu manhã desta segunda-feira (13), em Manaus, um homem de 46 anos acusado de estuprar a própria filha dele, uma menina de 12 anos, dentro da casa da família. O homem foi capturado no loteamento Riacho Doce, no bairro Cidade Nova, Zona Norte, em mandado de prisão preventiva cumprido por policiais civis da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

De acordo com a delegada Juliana Tuma, titular da Depca, o infrator foi preso após a adolescente e a irmã dela, uma moça de 26 anos, formalizarem denúncia contra o pai em julho deste ano. Na ocasião, foi requerido medida protetiva em favor da adolescente, onde foi determinado o afastamento do infrator da casa onde morava com a companheira e três filhas, até o término das investigações.

“Durante as diligências em torno do caso constatamos que, além de abusar sexualmente da filha dele de 12 anos desde os 11 anos de idade. O infrator também cometeu o mesmo crime com outra filha dele, atualmente com 26 anos. Na especializada a mulher relatou que havia sido vítima de abusos sexuais cometidos pelo pai quando ela era criança. Ele já foi preso e cumpriu pena pelo crime cometido contra ela”, explicou Tuma.

A delegada ressaltou, ainda, que a adolescente de 12 anos foi submetida a exame de conjunção carnal no Instituto Médico Legal (IML), que constatou a prática libidinosa. Durante depoimento na Depca o infrator relatou que iniciou os abusos sexuais com a filha de 26 anos quando ela tinha 3 anos de idade. Além das duas, o infrator tem mais uma filha de 2 anos.

Segundo Tuma, após as constatações dos fatos, foi representado a Justiça mandado de prisão preventiva em nome do homem. O documento foi expedido no dia 9 de novembro deste ano pela juíza Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro, na Vara Especializada em Crimes Contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes. Na Depca o homem foi indiciado por estupro de vulnerável e será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria de imprensa

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here